Avião de patrulha marítima e luta anti-submarina Lockheed Martin P-3A/B


Avião de patrulha marítima e luta anti-submarina Lockheed Martin P-3A/B
Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 35.61 M
Envergadura: 30.37 M
Altura: 10.2
4 x motores Rolls Royce/Allison T56A
Potência total: 19640 HP/CV
Peso / Cap. cargaVelocidade / Autonomia
Peso vazio: 27890 Kg
Peso máximo/descolagem: 64410 Kg
Numero de suportes p/ armas: 10
Capacidade de carga/armamento: 9071 Kg
Tripulação : 2+1
Passageiros: 3 a 7
Velocidade Maxima: 761 Km/h
Máxima(nível do mar): Não disponível
De cruzeiro: 330 Km/h
Autonomia standard /carregado : 6500 Km
Autonomia máxima / leve 7600 Km.
Altitude máxima: Não disponível

Aeronave de patrulha marítima, especializada na luta anti-submarina. Trata-se de uma aeronave baseada no avião civil Lockeed-Electra, que esteve ao serviço em muitas empresas comerciais, tendo servido durante muitos anos na ponte-aérea Rio-São Paulo, no Brasil.

O avião tem capacidade para transportar misseis nas asas em 10 pontos especialmente reforçados, tendo quatro deles capacidade para até 220 Kg e quatro, capacidade para 450Kg. Os restantes dois podem transportar até cerca de 900Kg. Porém, o tipo de míssil, depende dos sistemas embarcados.

Os primeiros P-3, voaram em 1962 e o P-3C é a versão mais recente desta aeronave, existindo vários níveis de alterações e melhoramentos (CUP).

Pelas suas características, torna-se tão importante a autonomia em termos de horas do que em termos de quilômetros. O P3-C pode voar durante um máximo de 16 horas sobre um determinado ponto, garantindo a patrulha marítima e aérea.

Informação genérica:
Os P-3 são baseados na aeronave de transporte civil Lockeed L-188 Electra, cujo projeto começou em 1954 tendo voado pela primeira vez em 1957. Foi lançado como aeronave comercial no final dos anos 50 em versões para 66 a 80 passageiros.

Foi especialmente utilizado por companhias comerciais norte-americanas, embora também tenha sido operado por empresas sul americanas e asiáticas.

A sua versão militar, resultou de um pedido da marinha dos Estados Unidos para a concepção de uma aeronave de patrulha, de que resultou o P-3.

Os P-3 iniciais na versão P-3A começaram a operar em 1961, até ao surgimento da nova versão P-3B.

A última versão do P-3, é conhecida como P-3C.

Todas as versões desta aeronave contam por sua vez com modernizações efetuadas que multiplicam as versões, todas elas com características distintas.

Pelo menos nos Estados Unidos, espera-se que esta aeronave venha a ser substituída pelo P-8 Poseidon, baseado no modelo B737 da Boeing.

Nenhum comentário